quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Romeu e Julieta


"Em vez de me mexer, pensei mais um pouco em Julieta.

Imaginei o que ela teria feito se Romeu a deixasse, não porque fosse proibido, mas por perder o interesse. E se Rosalina lhe tivesse dado atenção e ele mudasse de idéia? E se, em vez de se casar com julieta, ele simplesmente sumisse?

Pensei que sabia como Julieta se sentiria.

Ela não voltaria para sua antiga vida, não mesmo. Não teria sequer se mudado, disso eu tinha certeza. Mesmo que tivesse vivido até ficar velha e grisalha, cada vez que fechasse os olhos teria sido o rosto de Romeu que veria por trás das pálpebras. No fim das contas já teria aceitado isso.

Imaginei se ela teria se casado com Páris no final, só para agradar aos pais, para manter a paz. Não, era provável que não, concluí. Por outro lado, a história não falava muito de Páris. Ele era só um estorvo __ um substituto, uma ameaça, um prazo final para forçar a mão dela.

E se ele fosse mais do que isso?

E se Páris tivesse sido amigo de Julieta? Seu melhor amigo? E se ele fosse o único que ela pudesse fazer confidências sobre toda a história arrasadora com Romeu? A única pessoa que entendia de verdade e a fazia se sentir quase humana de novo? E se ele fosse paciente e gentil? E se ele cuidasse dela? E se Julieta soubesse que não podia viver sem ele? E se ele realmente a amasse e quisesse que ela fosse feliz?

...



Se Romeu tivesse mesmo partido, para nunca mais voltar, teria feito diferença Julieta ter aceitado ou não a oferta de Páris? Talvez ela devesse ter tentado se adaptar aos pedaços de vida que restaram. Talvez fosse o mais perto que ela chegaria da felicidade.

Suspirei, depois gemi quando o suspiro arranhou minha garganta. Eu estava incluindo informações demais na história. Romeu não mudaria de idéia. É por isso que as pessoas ainda se lembram do nome dele, sempre em par com o dela: Romeu e Julieta. Por isso era uma boa história. "Julieta leva um fora e fica com Páris" nunca teria sido um sucesso"


[Tirado do Livro "LUA NOVA"]


P.s: Claro que não faria sucesso..rs Como disse uma amiga minha, a gente só ouve o que queremos ouvir...


P.s ²: Há mais nas palavras do que podemos ler. As escolhas de quais usar, já engloba muitos outros universos, que nem dá pra entrar.


Espero que gostem assim como gostei...Por que gostei?! ôô (hummm!) Trata-se de mais do que palavras pra mim... Posso entendê-las...


É isso..segunda postagem do mesmo dia xD

Um comentário:

R.Vinicius disse...

"E o que é um nome? Nem mão, nem pé, nem parte alguma do corpo. Renega tua família, escreve teu nome e o rasga." Eis tudo Romeu foi um nome, Julieta um nome, duas pessoas que passaram uma na vida da outra. Abraço.